Untitled Document
 

História do Prêmio Lupa de Ouro

No dia 11 de abril de 1975, no salão da Confederação Nacional das Indústrias, no Rio de Janeiro, durante a realização da 18° Assembléia Geral do Grupemef, foi, pela primeira vez, levantado o interesse em premiar os destaques da indústria farmacêutica. A Ata dessa Assembléia relata:

“... Vai ser formada uma comissão para estabelecer um critério com a finalidade de premiar estratégias de marketing, melhores produtos etc. este premio seria um troféu, o qual denominar-se á Sherlock de Ouro , de Prata e Bronze”.

No ano seguinte, em 1976, o nome do Premio (Sherlock) não foi aprovado, mas o símbolo desse personagem, sim. E assim ficou configurada a “Lupa” como a marca visual até hoje utilizada.

O nome da premiação instituída oficialmente em 1976 foi “Prêmio Grupemef” para ser outorgado, a partir de 1977, aos produtos e laboratórios com melhor performance de venda e receituário, e para os profissionais de Pesquisa de Mercado que mais se destacaram no seu trabalho junto ao Grupemef e na criação e implementação de novos projetos de Pesquisa de Mercado para a indústria farmacêutica.

Em 1979, o “Premio Grupemef” passou a ser chamado de “Lupa Grupemef”, e, finalmente em 1980, “Lupa de Ouro”, a mais importante premiação do marketing farmacêutico brasileiro, cobiçada por todos os profissionais da área.

Em suas primeiras edições, os prêmios eram destinados, alem dos destaques profissionais, a produtos e empresas com melhores performances de venda e receituário, baseadas nos números apresentados nas auditorias disponíveis.

A partir de 1981 passaram a premiar também os materiais promocionais avaliados por um júri formado, em épocas diferentes, por uma mescla de profissionais da indústria farmacêutica, médicos, consumidores, fornecedores e publicitários.

Desde 2002, as Agencias de propagandas responsáveis pelas cinco primeiras campanhas premiadas também receberam um Certificado correspondente à classificação de suas campanhas.

Em 2006, a categoria de Campanha de Prescrição, por se tratar de uma categoria que historicamente apresenta dezenas de campanhas inscritas, o regulamento prevê a criação de subcategorias, a partir da classificação oficial de grupos terapêuticos ( classe terapêutica de nível I ), de acordo com fontes IMS. Tais subcategorias serão formadas à medida que existem, pelo menos, 10 campanhas inscritas em um mesmo grupo terapêutico e validadas pelo Comitê Especial - Lupa de Ouro.

Todas as campanhas inscritas que não fizerem parte de uma subcategoria específica, concorrerão entre si, na mesma categoria "campanha de prescrição - demais categorias".

Em 2007 o título da Campanha Responsabilidade Corporativa foi alterada para Campanha Indústria Farmacêutica & Iniciativas de Responsabilidade Corporativa que teve importância em premiar as iniciativas voltadas na responsabilidade da Sustentabilidade da Indústria Farmacêutica.

Em 2008, a Campanha MIP através da Associação ABIMIP incentivou os profissionais em ampliar novas categorias, a saber: Campanha TV, Campanha Switch e Campanha Outras Mídias.

Em 2009, com a colaboração dos profissionais de marketing da indústria farmacêutica, através de sugestões, foi modificado e melhorado o regulamento para participação nas categorias já existentes, possibilitando o aumento de chances na conquista do Lupa de Ouro. Nesta atualização foi alterado o título da campanha chamada Indústria Farmacêutica & Iniciativas de Responsabilidade Corporativa que irá passar a se chamar SUSTENTABILIDADE. Também foram acrescentadas novas categorias como: Campanha Extensão de Linha-Prescrição, Campanha OTC não medicamentoso.

Em 2010, foram criadas 4 prêmios na categoria performance empresarial:

 - Genérico
 - Farma
 - Institucional
 - MIP

 

Não é permitida a reprodução de textos, total ou parcial sem a expressa autorização do GRUPEMEF.
Informações adicionais poderão ser solicitadas pelo e-mail grupemef@grupemef.com.br .

Imprimir   

 

Deixe a sua marca do lado de quem faz a história do mercado farmacêutico